segunda-feira, 30 de abril de 2012

Itinerário

Por Adilson Silva Oliveira


Diáfana e matizada
Voa a tênue borboleta,
Pousa graciosa e intensamente...
No asfalto!

Diáfana e matizada
Paira a grácil borboleta,
Reflete pura e infinitamente...
Na poluição!

Diáfana e matizada
Propala a sutil borboleta...
Silencia calma e veementemente...
No concreto!

"- Aonde vais, borboleta?"
"- Vou ao velório da flor".



Adilson Silva Oliveira é autor do livro "Antes que Murchem as Flores" (Jandira, 1999).
Autodefinição: "Nasci na Bahia dos santos todos. De Maria Bethânia, Caetano, Gal e Gil. Nasci na terra de Jorge Amado e de tantos mal-amados Jorges... Nasci nessa terra de contrastes intensos e de belezas humanamente belas. Mas essas belezas ficaram guardadas em janelas fechadas n'algum canto do passado. Despi-me da bahia ao deixá-la quando criança e percebo que estou vestido mais do que nunca de Bahia. Tenho nessa condição de nordestino o meu maior referencial".

Um comentário :

  1. Que lindo, Adilson... sensível e de agradável leitura.

    Abração, amigo!

    ResponderExcluir