quarta-feira, 15 de abril de 2015

Ô de casa

Por Fabio Ramos

 
 
 
uma légua
e meia
de
pernada


vindo
de
acolá


com destino
ao além


(...)


na estrada
de terra


quando
passa
um
carro


sobe aquela
poeira
do
chão


é o olho
que
arde


a
garganta
que
fecha


se
não for
incomodar


(...)


água
do
filtro
de barro


na
caneca
de alumínio


aqui moço
(beba)
 

Um comentário :