terça-feira, 11 de agosto de 2015

Ciúmes

Por Denise Fernandes
 
 


Pensei que teu corpo e teu cheiro fossem meus: minha terra
 
E foi tão grande o prazer de sentir essa terra
 
que pensei que fosse meu o prazer nesse mundo.
 
Mas, que estranho, o pensamento que me deixa num caos:
 
ao ver um outro corpo colado ao seu,
 
essa terra que pensei que fosse minha,
 
devassada, tomada.
 
Para mim, restou esse turbilhão:
 
passagens para outros mundos,
 
saudades e vazio.
 

Um comentário :

  1. É desatino sem pagar pra ver, só de saber... Muito bom, Denise Fernandes! Também escrevo agora às quintas, confere, tá. :-)

    ResponderExcluir