quinta-feira, 16 de maio de 2019

Dessa janela

Por Nana Yamada




Dessa janela
Eu vi
Dia e noite
Todas as estações
As mesmas rotinas
Os mesmos passos
A lua que estava sempre lá
Me dando inspiração
Para te transformar em poesia
Esperando por sua volta
Contando os segundos para chegar
Dessa janela dupla
Que nunca se fechou
Me trazendo sentimentos
Tão certos e tão incertos
Tão você o tempo todo
Dessa janela
A única graça
Era você
Somente você
Que iluminava ao passar
Por alguns segundos
Tantos minutos
A espera
Bastava olhar
Que tudo já estava…

Nenhum comentário :

Postar um comentário