segunda-feira, 10 de maio de 2021

A despedida

Por Fabio Ramos



Como editor do Texto de Garagem, só tenho o que agradecer. Agora, em 8 de maio, nosso site completou 10 anos de atividades. No início, quando criamos esse espaço, tínhamos muita gana de escrever. A página foi uma vitrine, que exibiu o trabalho de autores contemporâneos (de um modo geral, fora do mercado literário). Também abrimos para novos talentos, que brilharam no "TG Convida".

E o resultado, em números, está aí: durante a última década, foram quase 3 mil publicações. Teve ano que publicamos mais de 300 postagens. Com o tempo, o acesso aumentou e consolidou-se: entre abril e o começo de maio de 2021, tivemos mais de 27 mil acessos na página em um mês - não só do Brasil, mas também de países europeus e dos Estados Unidos.

Com exclusividade, os leitores puderam acompanhar o surgimento de inúmeras sementes. O trabalho no Texto de Garagem sempre foi pautado pela liberdade: cada escritor, individualmente, escolhia sobre o que escrever e criava livremente. E as sementes brotaram: é possível ler em nosso site na internet diversos poemas, contos e crônicas que deram origem a livros como, por exemplo, "Entendendo o Sol" (de Denise Fernandes) e "Português Amoroso" (de Mayanna Velame).

Foi um momento de aprendizado para todos os envolvidos nessa empreitada. Mas, agora, precisamos nos despedir. Cumprimos a nossa missão de levar boa literatura, de forma gratuita, aos amantes da palavra. Nenhum dos autores aqui presentes abandonará a escrita - e é bem provável que você ainda ouvirá falar deles em um futuro próximo.

Sou extremamente grato pela confiança e carinho, em mim depositados, pelos colaboradores do TG: Ana Paula Perissé, Denise Fernandes, Nana Yamada, Mayanna Velame e Meriam Lazaro. Nossa relação duradoura sedimentou uma amizade, que permanecerá daqui por diante. Também agradeço postumamente à Oswaldo Antônio Begiato (1953-2020), pelos mesmos motivos. Nosso querido amigo de Jundiaí, no interior de São Paulo, foi um poeta magnífico. Quando ele faleceu, nós continuamos divulgando seu trabalho no Texto de Garagem. Oswaldo é insubstituível e merece a homenagem. E aos autores que passaram pelo site, registro aqui meu agradecimento especial.

O apoio do público - sedento por criatividade e inspiração - serviu para impulsionar nossas publicações. No momento, fechamos essa porta, que conduzirá à novas portas. Muito obrigado a todos aqueles que dedicaram seu tempo para ler, comentar e incentivar nossa escrita. Vamos em frente e que Deus nos abençoe.

Um comentário :

  1. Tudo que se faz com amor e dedicação resplandece em boas energias para o mundo. Sejam felizes e prósperos nos caminhos que seguirem poetas.

    ResponderExcluir